JORNADAS MUNDIAIS DA JUVENTUDE 2023

 

 

PORTUGAL

Bragança – Miranda acolheu os Símbolos das JMJ

Segundo as declarações do padre António Rodrigues, do Comité Organizador Diocesano, prestadas à Agência Ecclesia, no início de agosto, a visita dos Símbolos das JMJ – Lisboa 2023, aconteceu num mês, em que a população da Diocese duplicou com a chegada de emigrantes. A mensagem, chegou assim a “novos públicos”, alargando a sua divulgação.

Os Símbolos, que entraram na Diocese pela Barragem da Valeira, iniciaram a visita pelo Concelho de Carrazedo de Ansiães, num dia, em que a população vivia o luto pela morte de cinco jovens em acidente de viação.

Na primeira visita, aos Bombeiros, os jovens apresentaram o seu apoio e solidariedade.

O programa da peregrinação, por terras transmontanas, durante o mês de Agosto, incluiu a passagem da Cruz Peregrina e do Ícone de Nossa Senhora, pelo ACANAC – Acampamento Nacional de Escuteiros, e ainda a participação na Peregrinação Europeia de Jovens, em Santiago de Compostela.

Voltaram a entrar em Portugal, no dia 7 de agosto, por Vimioso, para o Santuário de Nossa Senhora da Visitação.

No dia 13, em Miranda do Douro, foi apresentada a versão do hino destas Jornadas Mundiais, em “mirandês”.

No dia 22, os Símbolos estiveram presentes em Bragança, durante as Festas de Nossa Senhora das Graças.

Permaneceram na Diocese de Bragança- Miranda, ate ao dia 7 de Setembro.

 

 

Lisboa

O cardeal-patriarca de Lisboa aguarda com otimismo a Jornada Mundial da Juventude.

Em entrevista concedida à Rádio Renascença, em 22 de julho, D. Manuel Clemente, afirmou que a Jornada Mundial da Juventude – Lisboa 2022, será uma experiência como nunca se viu no País.

“Estamos cá, há quase mil anos como país, e nunca tivemos nada que se assemelhe, portanto é natural que, a pouco e pouco, se vá dando conta da dimensão disto, em que nos metemos, em boa hora, quer como sociedade, quer como Igreja”, referiu D. Manuel Clemente.

Estimou a participação de mais de um milhão de jovens, nos vários eventos que vão decorrer, de 1 a 6 de agosto, do próximo ano.

Espera ainda o Patriarca de Lisboa que essa semana de convívio com jovens de todo o mundo, venha a “promover outra forma de ser Igreja”.

As dificuldades económicas, fruto da inflação que o mundo atravessa, tornaram o dinheiro mais caro, esperando D. Manuel Clemente, que tudo seja feito, para que nenhum jovem deixe de participar por essa razão.

 

 

BRAGA

Arquidiocese de Braga apresentou, Frei Bernardo de Vasconcelos para Patrono das JMJ Lisboa 2023

Em 23 de julho a Arquidiocese de Braga apresentou oficialmente o Venerável Frei Bernardo de Vasconcelos, como patrono das Jornadas Mundiais da Juventude Lisboa 2023.

A apresentação, teve lugar na Casa do Marvão, em Celorico de Basto, onde, há 100 anos nasceu Bernardo Vaz Lobo Teixeira de Vasconcelos.

A cerimónia contou com a presença do monsenhor Mário Rui de Oliveira, postulador da Causa da canonização de Frei Bernardo de Vasconcelos.

Bernardo de Vasconcelos foi um dos maiores poetas místicos do século passado, apesar de só ter vivido 30 anos.

Os seus versos impressionaram profundamente os meios católicos dos anos 30, e ainda hoje catapultam a nossa alma para “os confins do sonho e da espiritualidade”, afirmou Frei Geraldo Coelho Dias, Monge beneditino, no centenário do seu nascimento (7 de julho de 2022)

 

 

Comité das JMJ no Brasil

Jornada Mundial da Juventude com a «portugalidade como marca»

Em entrevista concedida à Agência Ecclesia, D. Américo Aguiar, presidente da Fundação Jornada Mundial da Juventude – Lisboa 2023, afirmou que esta Jornada, tem «a portugalidade como marca».

Na entrevista, que teve lugar poucos dias antes de partir para o Brasil, com mais 4 membros do Comité Organizador Local (COL) e um representante da TAP, D. Américo Aguiar, apresentou como objetivo principal desta viagem, a mobilização de jovens para o encontro na capital portuguesa.

«É uma viagem muito importante de divulgação, e muito mais do que isso. É desejo de corresponder àquilo que são as dúvidas, ansiedades de centenas, milhares de jovens, do continente americano, principalmente América Latina e Brasil, que querem vir até Lisboa», disse D. Américo Aguiar, à Agência Ecclesia.

A comitiva portuguesa partiu, na esperança de poder estar presente na Assembleia Plenária dos Bispos do Brasil, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, esperando ainda deslocar-se a Brasília, Rio de Janeiro, Bahia, Fortaleza e Belém.

Estarão ainda presentes na reunião da Pastoral da Juventude da América Latina em Lima, no Perú.

Declarou estar ainda previsto um périplo pelos Países de Língua Oficial Portuguesa: Angola, Moçambique, Cabo Verde e Timor –Leste.

 Esta delegação portuguesa partiu em 26 de agosto e regressou a 12 de setembro.

 

 

PORTUGAL

JMJ – 2023, na caminhada do Km 11

Depois de dois anos sem atividades conjuntas, as dioceses nortenhas programaram uma atividade, evocando a distância de 11 Km, que separa a cidade de Emaús, da de Jerusalém.

As dioceses de Braga, Bragança-Miranda, Lamego, Porto, Viana e Vila Real, ao lançar esta atividade propuseram que a mesma fosse organizada por cada diocese para os seus jovens, procurando que todas se iniciassem com uma Vigília, às 21.30 h de sábado, dia 23 de Julho e terminassem no Domingo, dia 24, com uma Eucaristia a partir das 10 horas.

As sugestões de atividades apresentadas, foram previamente apresentadas pelo Diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral da Juventude e responsável pelo Comité Organizador Diocesano (COD) para as JMJ – Padre Jorge Nunes, que, em declarações transmitidas pela RTP 2, disse ser este um projeto para durar anos.

Desta vez foi sugerido que as atividades podiam partir de momentos musicais, oração, património…entre outras.

Em Braga as atividades centraram-se na paróquia de S. Romão do Corgo, terra natal do Venerável Frei Bernardo de Vasconcelos (1902 – 1932), escolhido como patrono das JMJ.

 


Imprimir | Voltar atrás | Página Inicial