SEXUALIDADE

POLÉMICA SOBRE O USO DO PRESERVATIVO

 

A publicação do livro-entrevista “Luz do Mundo. O Papa, a Igreja e os Sinais dos Tempos”, uma conversa do Papa Bento XVI com o jornalista alemão Peter Seewald, teve um grande eco nos “media”, não só pela singularidade do meio usado, como também pela referência ao uso do preservativo.

Para além dos comentários sensacionalistas dos “media” internacionais, a polémica afectou também o interior da Igreja, enfrentando-se as correntes doutrinais acerca da moralidade do uso do preservativo. Para uns, seria o “mal menor” justificável e até aconselhável; para outros, a sua intrínseca imoralidade seria doutrina tradicional na Igreja.

Para ajudar à reflexão sobre esta questão, que no fundo pode afectar os fundamentos da Moral cristã, e não só a Moral conjugal, publicamos três textos: as palavras de Bento XVI no livro da entrevista; a Nota da Conferência Episcopal do Kénia; e a Nota da Congregação para a Doutrina da Fé.

 

 

 

 


Imprimir | Voltar atrás | Página Inicial