DOCUMENTAÇÃO

 

ARCEBISPO DE WESTMINSTER / PRIMAZ DA COMUNHÃO ANGLICANA

 

SOBRE A PASSAGEM DE GRUPOS ANGLICANOS

PARA A IGREJA CATÓLICA

 

Declaração conjunta

 

Publicamos a seguir a Declaração conjunta assinada pelo Arcebispo católico de Westminster, Mons. Vincent Gerard Nichols, e pelo Primaz da Comunhão Anglicana, Arcebispo de Canterbury Doctor Rowan Williams, na sequência da Nota informativa anterior.

 

O anúncio hodierno da Constituição Apostólica é uma resposta do Papa Bento XVI a numerosas petições feitas nos últimos anos à Santa Sé por grupos de anglicanos que desejam entrar na comunhão plena e visível com a Igreja Católica, e declaram que compartilham a comum fé católica e aceitam o ministério petrino como querido por Cristo para a sua Igreja.

O Papa Bento XVI aprovou, na Constituição Apostólica, uma estrutura canónica que garante Ordinariatos Pessoais para permitir a pessoas antes anglicanas entrarem na plena comunhão com a Igreja Católica, embora mantendo elementos do peculiar património espiritual anglicano.

O anúncio desta Constituição Apostólica põe termo a um período de incerteza para estes grupos que abrigavam esperanças de novas formas para chegarem à unidade com a Igreja Católica. Corresponde agora àqueles que fizeram tais petições responder à Constituição Apostólica.

A Constituição Apostólica é um ulterior reconhecimento da coincidência substancial na fé, na doutrina e na espiritualidade da Igreja Católica e da tradição anglicana. Sem os diálogos dos últimos quarenta anos, este reconhecimento não teria sido possível nem se teriam abrigado esperanças de uma unidade plena e visível. Neste sentido, esta Constituição Apostólica é uma consequência do diálogo ecuménico entre a Igreja Católica e a Comunhão Anglicana.

O diálogo oficial em curso entre a Igreja Católica e a Comunhão Anglicana oferece a base para uma cooperação permanente. Os acordos na Comissão Internacional Anglicano-Católica (ARCIC) e na Comissão Internacional Anglicano-Católica para a unidade e a missão (IARCCUM) deixam livre o caminho a percorrer juntos.

Com a graça de Deus e a oração estamos determinados a fazer com que o nosso contínuo empenho recíproco e as nossas consultas sobre estas e outras matérias continuem a fortalecer-se. Ao nível local, segundo o espírito da IARCCUM, desejávamos basear-nos no modelo de encontros comuns entre a Conferência Episcopal Católica da Inglaterra e de Gales e a Casa dos Bispos da Igreja de Inglaterra, concentrando-nos na nossa missão comum. Jornadas comuns de reflexão e de oração começaram em Leeds em 2006, continuaram em Lambeth em 2008 e ulteriores encontros estão em preparação. Esta íntima cooperação vai prosseguir à medida que cresçam juntos na unidade e na missão, no testemunho do Evangelho no nosso país e na Igreja em geral.

 

Londres, 20-X-2009

 

Vincent Gerard Nichols

Dr. Rowan Williams,

 

 


Imprimir | Voltar atrás | Página Inicial